quinta-feira, 31 de março de 2011

CORPO DE JOSÉ ALENCAR É CREMADO EM MINAS GERAIS

Belo Horizonte - O corpo do ex-vice-presidente José Alencar foi cremado na tarde desta quinta-feira em uma capela em Contagem, na Região Metropolitana de Minas Gerais. A cerimônia durou cerca de 15 minutos e foi restrita a amigos próximos e familiares.

>> FOTOGALERIA: A história em fotos do guerreiro José Alencar

>> LEIA TAMBÉM: Saiba mais sobre a vida de José Alencar


A cremação durou cerca de 154 minutos. As cinzas devem ser entregues à família até o fim da semana e serão levadas para uma capela em um distrito de Muriaé, em Minas, onde Alencar foi batizado.

O corpo chegou ao cemitério por volta das 14h35 e foi recebido por honras militares, com salvas de tiros e de tiros de canhão. O governador de Minas, Antonio Anastasia, foi a única autoridadde presente à cerimônia.

Ao fim, irmãos de Alencar falaram com a imprensa. Eles afirmaram que a família só tem que agradecer ao apoio dos brasileiros e que o ex-vice-presidente estava lúdcido de que estava morrendo.

Foto: Agência Brasil
Dona Mariza dá o último beijo no marido José Alencar | Foto: Agência Brasil

Mais cedo, o velório no Palácio da Liberdade, sede do governo mineiro, atraiu cerca de 3 mil pessoas e contou com a presença do ex-presidente Lula e da presidenta Dilma Rousseff.

José Alencar morre aos 79 anos

O ex-vice-presidente da República José Alencar morreu em São Paulo às 14h41 de terça-feira. Ele tinha 79 anos e lutava há 14 contra o câncer. A causa da morte foi falência múltipla dos órgãos em decorrência da doença. Alencar estava internado desde segunda-feira na UTI do Hospital Sírio Libanês em São Paulo, em estado crítico com quadro de oclusão intestinal e peritonite.

Na quarta, o corpo foi velado com honras de chefe de Estado no Palácio do Planalto ao longo de todo o dia. Milhares pessoas passaram pelo local, já que a visitação foi aberta ao público. A presidenta Dilma e o ex-presidente Lula chegaram no fim do dia de Portugal e participaram da celebração de uma missa de corpo presente. No país europeu, Lula ganhou o título de doutor honoris causa e dedicou ao amigo.

O ex-vice-presidente deixa esposa, Mariza Gomes da Silva, três filhos, Josué, Maria da Graça e Patrícia, netos e bisnetos.

EMOÇÃO MARCA O ADEUS DOS BRASILEIROS A JOSÉ ALENCAR

Milhares enfrentaram longas filas para participar do velório no Palácio do Planalto

Brasília - A presidenta Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula, que estavam em Portugal, chegaram ontem ao Palácio do Planalto por volta das 21h20 para assistir à segunda cerimônia religiosa durante o velório do ex-vice-presidente José. Eles acompanharam a cerimônia muito emocionados.

De Brasília, o caixão seguiria durante a madrugada para Belo Horizonte, onde hoje pela manhã haverá outro velório no Palácio da Liberdade, sede do governo estadual, na capital mineira. O corpo será cremado às 14h, em cerimônia reservada.

Muito emocionado, ex-presidente Lula se despede de José Alencar com beijo na testa do amigo | Foto: ABr

De manhã, missa de corpo presente fora celebrada por Dom Lorenzo Baldisseri, núncio apostólico da Igreja Católica, e o secretário geral da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil, Dom Dimas Lara. “Ele foi para nós testemunho de fé inabalável em Deus. Na sua via-crúcis não se deixou abater e, com a alegria própria dos que creem, soube enfrentar com esperança a doença”, disse o núncio.


FOTOGALERIA: A história em fotos do guerreiro José Alencar

Durante todo o dia, pessoas emocionadas queriam se despedir do ex-vice-presidente, que morreu de câncer na terça-feira. Mais de seis mil delas, entre amigos, autoridades e anônimos enfrentaram as longas filas.

O caixão chegou pela manhã à Base Aérea de Brasília, num avião da Força Aérea Brasileira. O cortejo fúnebre seguiu em carro aberto do Corpo dos Bombeiros pela principal avenida de Brasília.

CORTEJO FOI APLAUDIDO

Pelas ruas, admiradores aplaudiam e se emocionavam. Na chegada ao Palácio do Planalto, o corpo foi recepcionado pelos Dragões da Independência e por uma salva de 21 tiros de canhão.

O caixão foi levado para o Salão Nobre nos ombros de seis cadetes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica, num ritual solene dispensado apenas a chefes de Estado. Um fuzileiro naval desmaiou ao lado do caixão.

Foi a segunda vez que brasileiros comuns subiram a rampa do Planalto, desde a morte de Tancredo Neves, em 1985, para prestar as homenagens a um político. De luto, Senado, a Câmara e o Superior Tribunal Federal (STF) suspenderam as sessões.

Lula dedica título ao ex-vice e diz que seu êxito deveu-se muito a ele

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva dedicou ontem a José Alencar o título de doutor honoris causa que recebeu da Universidade de Coimbra, em Portugal. “Perdeu-se um grande homem, que estaria muito feliz por esta distinção”, disse, durante a cerimônia.

Lula fez questão de dizer que o êxito de seus dois mandatos não teria sido possível sem a parceria de seu vice. “Foi o meu parceiro de todas as horas, um dos homens mais íntegros que conheci, inesquecível estadista que perdemos ontem, para consternação de toda a sociedade brasileira”, disse. O ex-vice-presidente deixa esposa, Mariza Gomes da Silva, três filhos, Josué, Maria da Graça e Patrícia, netos e bisnetos.

Repetindo uma tradição secular, Lula caminhou sobre as becas, vestes pretas, usadas por 21 estudantes universitários brasileiros e portugueses e cumprimentou todos os “doutores” da universidade.

O ex-presidente atribuiu a honraria às causas que o Brasil defende no cenário internacional e também aos investimentos feitos durante o seu governo para que os mais pobres tivessem acesso às universidades. No discurso, Lula voltou a pedir uma cadeira no Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Participaram da cerimônia a presidente Dilma Rousseff, o presidente de Portugal, Cavaco Silva, e o primeiro-ministro português, José Sócrates.

quarta-feira, 30 de março de 2011

CONSTRUTORA BAIANA

Srta. Fernanda Iglesias, responsavel pelo Departamento de Recursos Humanos

Aspecto do campo da obra em São Mateus - ES
O supervisor Luciano Borges em companhia do engenheiro Jefferson

e do Sr. Luiz da ARION ENGENHARIA

Os colaboradores Samuel Barbosa e Anivelton Xavier em companhia de

Patrick Resende e do encarregado Carlos Nunes




Construtora baiana tem se destacado na obra no estado do Espírito Santo


Com um efetivo composto por profissionais qualificados, sob a supervisão de Luciano Borges dos Anjos e orientação do encarregado José Carlos Nunes, a Empresa RC – Construtora, quem tem como diretor-presidente o empresário Albertino de Melo, vem se destacando nos serviços realizados na obra do projeto Minha Casa Minha Vida, na cidade de São Mateus, estado do Espírito Santo.

O projeto em execução breve a construção de 1004 unidades habitacionais, tipo village, onde estão inseridas construções de quadras poliesportivas, garagens e área de lazer, totalizando um investimento na ordem de mais de R$ 40 milhões. Empresa genuinamente baiana, a RC – Construtora possui escritório sede na cidade de Valença/BA., com instalações modernas e devidamente integrada à rede mundial de computadores, onde conta com a larga experiência profissional da Sra. Delza Sobral no departamento financeiro, da Srta. Fernanda Iglesias, no departamento pessoal, tendo suporte técnico contábil da Sigma Contabilidade, sob a administração da Sra. Neusa, da Sra. Rozélia Moraes, na área administrativa, além de contar em sua coordenação com a experiência incontestável do Sr. Higino de Melo, profissional gabaritado com larga experiência na área da construção civil, o qual traz em seu curriculum a participação na execução de projetos de grande porte, como por exemplo barragens, usinas, pontes, rodovias, etc.

Em São Mateus, no estado do Espírito Santo, a RC – Construtora, através de Luciano Borges, realiza uma parceria solida com o SINTINORTE, cujo empreendimento tem como presidente o Sr. Joel Jorge, os diretores José Carlos dos Santos e Geovani Andrelino e a secretaria Carla Sueli Ferreira Pereira, vem contribuindo de forma decisiva para o cumprimento de todas as cláusulas inseridas na Convenção Coletiva, promovendo as garantias devidas à classe da construção civil.

Destacam-se na obra em São Mateus, pela determinação e cumprimento do dever, os colaboradores, Adriano das Graças, Adriano Ferreira, Alessandro Pereira, Alex Pinheiro ( Bobo ), Anderson Guerra, Anivelton Xavier, Antônio Bonfim, Antônio de Jesus, Claudenilson Conceição, Dickson de Oliveira, Ednaldo Prazeres, Feipe Guimarães, Joaci Barbosa, Joanilson Gama, Juner Cesar, Leandro Montalvão, Lourenço Canuto, Lucas Oliveira, Manoel Trindade, Mario Marcio, Mario Jorge, Mauricio de Almeida, Milton Nascimento, Odair José, Patrick Resente, Paulo Ferreira, Ramos Lourenço, Renato Barbosa, Roberto Barbosa, Rodrigo Nascimento Samuel Barbosa, João Santos e Gilberto Carlos.

Com uma parceria com a VERTI Construtora, Empresa também genuinamente baiana, com reconhecimento nacional, a qual possui profissionais de alto gabarito à frente da obra em São Mateus, a exemplo do engenheiro Vinicius Cardoso, cidadão prestativo, correto e gentil que de maneira nobre soluciona os mais diversos problemas decorrentes de uma obra de grande porte, como é o exemplo. Incorpora-se à administração da VERTI em São Mateus, a presteza do Sr. Humberto, do departamento Financeiro, a Sra. Elisabete, do RH e o engenheiro Eugenio, profissionais de linhagem impar.

ELO DE AMIZADE

Luciano Borges, ao iniciar os trabalhos como supervisor da RC - CONSTRUTORA, na cidade de São Mateus desenvolveu ligações de confiança com as mais diversas instituições e lideranças locais, entre elas se destacam o elo de apreço e amizade com o vereador Roberto Pedro de Assis, conhecido na comunidade como Robertinho, vice-presidente da Câmara Municipal e com o vereador Carlinhos Simão, Membro da Comissão de Educação, Cultura, Saúde e Meio Ambiente no município. Entre as instituições destacam-se a Igreja Católica, o Rotary Clube e igrejas evangélicas. Neste contexto, ainda destaca-se à disposição do supervisor Luciano Borges dos Anjos em atenção aos apelos do Sindicato da categoria, no que diz respeito ao cumprimento da convenção coletiva, algo que a RC – Construtora vem ao longo da sua permanência em solo mateense cumprindo fielmente, graças ao reconhecido preparo da equipe que dirige atualmente o SINTINORTE, demonstrando zelo e honradez ao defender a classe da construção civil no estado do Espírito Santo.

ARION ENGENHARIA

Ainda no Espírito Santo, a RC – Construtora executa serviços em parceria com a ARION ENGENHARIA, no campo da obra situado a Rodovia BR 381 – KM 20, sob a supervisão do dinâmico engenheiro Jefferson Ferroni, tendo em sua área administrativa de recursos humanos o competente Sr. Luiz.

De reconhecimento nacional a ARION ENGENHARIA tem seu escritório sede situada à Rua Doze de Novembro, 180 Sala 12 - Centro , na cidade de Americana, no estado São Paulo, oferecendo soluções completas em engenharia e construção, atuando como um prestador de serviços de excelência em todo o território nacional.

BRASÍLIA/DF:PALÁCIO DO PLANALTO



terça-feira, 29 de março de 2011

PORTUGAL/BRASIL

EX-PRESIDENTE LULA E A PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF ANTECIPAM VOLTA DE PORTUGAL AO BRASIL PARA VELÓRIO DE JOSÉ ALENCAR

Em visita a Portugal, a presidenta Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vão retornar ao Brasil na manhã de quarta-feira (30). O retorno ocorrerá logo depois que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva receber o título de "doutor honoris causa" da Universidade de Coimbra. "Nós tínhamos um relação de irmãos, de pai e filho", afirmou Lula sobre seu vice.

Veja também:
Fotos de José Alencar
A trajetória do ex-vice
A luta contra o câncer


Em Coimbra, muito emocionados e com lágrimas descendo dos olhos, a presidente Dilma e o ex-presidente Lula lamentaram profundamente a morte de Alencar. Dilma concedeu entrevista e se desculpou pela declaração que tinha feito momentos antes à imprensa. Ela havia dito que estava acompanhando a situação do ex-vice-presidente com muita preocupação, mas ressalvando que ele "sempre surpreendia", demonstrando esperança.

Lula e Dilma se emocionam ao falar de Alencar

Lula e Dilma se emocionam ao falar de Alencar



A presidente esclareceu que, quando fez esse comentário, não sabia que o falecimento já tinha ocorrido. "Não sabíamos que o nosso querido José Alencar já tinha morrido. Nós estamos em um momento de muito sentimento. Eu tenho uma grande honra de ter convivido com ele. Foi presidente da República por mais de oito meses. Estou oferecendo o Palácio do Planalto à família para que o corpo dele seja velado na condição de chefe de Estado", disse a presidente da República.

O ex-presidente Lula, ao lado de Dilma, estava ainda mais emocionado e chegou a chorar fortemente. Lula fez muitos elogios a Alencar e lembrou de quando o conheceu e o escolheu para ser o seu candidato à vice-presidência. Recordou que havia perdido muitas eleições e que sempre tinha a mesma quantidade de votos, em torno de 30%. "Eu precisava do restante e o restante era o Zé Alencar. Quando o conheci, eu disse: encontrei o meu vice", declarou.


Honras de Estado

O velório do ex-vice-presidente José Alencar, que terá início na quarta de manhã, no Palácio do Planalto, só terminará na manhã de quinta-feira, quando o corpo deixará Brasília, para ser levado a Belo Horizonte. Durante toda a noite, o velório será aberto à visitação pública.

O ex-vice-presidente José Alencar morreu hoje, aos 79 anos, vítima de câncer, em São Paulo. De acordo com o Palácio do Planalto, a previsão é que o corpo saia de São Paulo amanhã, às 7h, em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) e chegue à Base Aérea de Brasília às 9h15.

Já na Base Aérea, haverá uma cerimônia de honras militares com a presença do presidente em exercício, Michel Temer, e dos presidentes do STF (Supremo Tribunal Federal), Cezar Peluso, da Câmara dos Deputados, Marco Maia, e do Senado, José Sarney.

Depois da cerimônia, o corpo será levado por um caminhão do Corpo de Bombeiros até o Palácio do Planalto, em cortejo fúnebre que passará pelo Eixão e depois pelo Eixo Monumental, ganhando a Praça dos Três Poderes. Ao chegar ao Planalto, o caixão será conduzido pelos Dragões da Independência pela rampa até o Salão Nobre, que fica no primeiro andar do palácio. A visitação pública deve começar às 10h.

O Planalto também estima a chegada da presidenta Dilma Rousseff para o início da noite. Ela deverá retornar de sua viagem a Portugal junto com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Todos os ministros de Estado cancelaram os compromissos previstos para amanhã, diante da convocação de todos para as 9h, feita pela presidenta Dilma, ao saber da notícia da morte de Alencar.

Nesta terça, Michel Temer ressaltou que Alencar foi um exemplo de luta para os brasileiros e lembrou que, mesmo em momentos de maior sofrimento, durante o tratamento de câncer, transmitia "otimismo permanente" e "fé inquebrantável".

"A quem o procurava para oferecer conforto pela dura provação pela qual passava, retribuia com alegria, bom humor e desassombro", diz a nota, divulgada há pouco. O presidente em exercício também decretou luto oficial de sete dias e, pouco depois da divulgação da notícia da morte, a bandeira do Palácio do Planalto foi hasteada a meio-mastro.

CURITIBA/PARANÁ

Curitiba inaugura maior ônibus biarticulado do mundo

A prefeitura de Curitiba (PR) entrega hoje, dia do aniversário de 318 anos da cidade, o Ligeirão azul, o maior ônibus biarticulado do mundo, com 28 metros de comprimento e capacidade para 250 passageiros, o que representa um aumento de 45% na oferta de lugares - atualmente a oferta é de 170 lugares.

Veja fotos do ônibus biarticulado Ligeirão Azul

O sistema Ligeirão faz parte de um sistema de linhas diretas que transitam apenas em vias exclusivas e com um número menor de paradas do que o expresso tradicional da cidade (biarticulados vermelhos). Como não param em todos os tubos e têm prioridade nos semáforos, os ônibus Ligeirão reduzem o tempo de viagem.

Divulgação/Prefeitura de Curitiba

Divulgação/Prefeitura de Curitiba

O veículo também tem sinal luminoso para indicar a abertura das portas, o que beneficia especialmente pessoas com dificuldade de audição, e plaquetas em braile indicando o nome da linha colocadas nos braços e encostos dos bancos reservados a portadores de deficiência, idosos e gestantes.

Além de transportar um número maior de passageiros, o Ligeirão azul vai operar só com biocombustível à base de soja, que reduz em 50% a emissão de poluentes, e dispõe de sensores que lhe garantem a prioridade nos semáforos.

Melhorias
A entrega das nove linhas Ligeirão, da cor azul, faz parte de um projeto de melhorias do transporte coletivo iniciado no ano passado. Segundo a prefeitura, serão 24 biarticulados azuis, que vão substituir os articulados vermelhos das linhas Pinheirinho-Carlos Gomes (da Linha Verde) e Ligeirão Boqueirão.

O Ligeirão Boqueirão, que completa um ano, reduziu em 15 minutos o tempo de viagem entre o bairro e o centro. Hoje, o trajeto de 20,5 quilômetros é feito em 20 minutos. O intervalo entre os ônibus, em horário de pico, é de cinco minutos. São cinco paradas, enquanto o expresso normal faz 19 paradas.

O biarticulado azul faz parte de um amplo projeto de renovação da frota curitibana, o que inclui os chamados Ligeirinhos, ônibus das linhas diretas que têm pontos mais distantes e não circulam em vias exclusivas. Como os Ligeirões, também os Ligeirinhos virão com novo design e novos acessórios de conforto e segurança para o usuário.

Até o fim do ano, Curitiba terá recebido 544 novos ônibus, o que representa mais de 28% da frota operante da Rede Integrada de Transporte. Nos últimos cinco anos, a renovação já foi feita em 1.120 ônibus.

MEMÓRIA: MORRE EM SÃO PAULO O EX-VICE-PRESIDENTE JOSÉ ALENCAR

Empresário lutava contra o câncer há 13 anos e morreu no Hospital Sírio-Libanês de falência múltipla de órgãos

O ex-vice-presidente da República, José Alencar, morreu nesta terça-feira, aos 79 anos, no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, de falência múltipla de órgãos. Alencar lutava contra o câncer havia 13 anos.

José Alencar conversa com Tancredo Neves, à época governador de Minas Gerais. Sem data

José Alencar conversa com Tancredo Neves, à época governador de Minas Gerais. Sem data - Arquivo pessoal

O ex-vice-presidente da República, José Alencar, morreu às 14h41 desta terça-feira, aos 79 anos, no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, de câncer e falência de múltiplos órgãos. Alencar lutava contra o câncer havia 13 anos. Nos últimos quatro, desde que descobriu um novo tumor, enfrentou 13 cirurgias com confiança ("estou acostumado a montar em cavalo bravo"), bom humor ("estamos espantando o câncer no tiro") e serenidade ("vamos ao jogo da vida"). Mais do que as realizações políticas ou profissionais, foram grande perseverança e a vontade de viver que comoveram o país e transformaram José Alencar num exemplo para o país.

O médico Paulo Hoff, oncologista que cuidava de Alencar, disse que a equipe médica esteve ao lado do ex-vice-presidente até o último momento. “É algo que você espera, mas não deixa de ser uma notícia muito triste", afirmou. "A família esteve forte junto com ele." Hoff explicou a decisão por sedá-lo no momento em que chegou ao hospital na tarde de segunda-feira. "A utilização desses medicamentos foi uma opção da junta médica para o tratamento da dor", explicou Hoff. "Ele chegou ao hospital dessa última vez já em estado crítico.”

Empresário bem-sucedido do ramo têxtil, José Alencar Gomes da Silva nasceu em Muriaé (MG), em 17 de outubro de 1931. Foi um autêntico self-made man. Décimo primeiro filho de uma família humilde de quinze irmãos, saiu cedo de casa e começou a trabalhar aos 14 anos como balconista numa loja de tecidos, na Zona da Mata mineira. Nessa época, o dinheiro era tão curto que Alencar não tinha como pagar um quarto de pensão - alugava, então, uma cama no corredor do pensionato. Nas décadas seguintes, construiria um império têxtil, com fábricas em vários estados brasileiros e no exterior.

Só assumiu um cargo público aos 67 anos, em 1999, eleito senador por Minas. Bancou quase 100% das despesas de campanha: foram 3,8 milhões de reais. O grande salto político viria em 2002, quando, por um acordo inusitado, compôs chapa à Presidência com o PT de Luiz Inácio Lula da Silva. O recado pretendido era claro: a união entre o empresário e o ex-operário, o capital e o trabalho. O acordo assegurou ao PT mais um minuto e 24 segundos de propaganda eleitoral na TV - além do apoio posterior de uma bancada de 22 deputados federais e um senador.

Cruzada - No posto de segundo homem da República, a atuação de Alencar variou entre a discrição e ataques ao próprio governo. Logo após assumir seu mandato de vice, iniciou críticas à política econômica de seu próprio governo. Dizia que os juros altos eram um desserviço ao país e prejudicavam a população mais pobre, chegando a propor que políticos tomassem o lugar dos técnicos do Banco Central. Disse que os juros do BC não são uma forma de controlar a inflação, mas um despropósito e um “assalto”.

Apesar de não assinar formalmente, endossou um “manifesto” de seu partido à época, o PL, que afirmava que por causa dos juros altos “a estabilidade social está comprometida e, caso essa situação não seja revertida no curto prazo, a própria estabilidade política corre risco”. O documento culpava claramente a política econômica e pregava a “redução do superávit” das contas públicas, “aumentando o dispêndio público sem aumentar a carga tributária”.

‘Caixa três’ - Em 2005, o nome do então vice-presidente foi envolvido no episódio das camisetas vendidas ao PT. Reportagens revelaram que a empresa Coteminas - gigante têxtil de propriedade de Alencar - recebera do Partido dos Trabalhadores, em dinheiro vivo, 1 milhão de reais. O montante seria parte do pagamento de uma dívida de 12,2 milhões de reais, contraída nas eleições municipais de 2004 para a confecção de 2,7 milhões de camisetas.

Inicialmente, o então tesoureiro do partido, Delúbio Soares, disse que o pagamento constava da contabilidade oficial do PT. Depois, afirmou que o dinheiro veio dos empréstimos que o lobista Marcos Valério, notabilizado no escândalo do mensalão, avalizara para o partido. Mais tarde, Valério divulgaria uma lista dos repasses que ele teria feito em nome do PT. O dinheiro pago à Coteminas não constou da relação. “Ou Valério omitiu o nome de José Alencar ou estamos diante de um caixa três do PT”, acusou o então deputado federal Gustavo Fruet (PSDB-PR), da CPI dos Correios.

Sobraram dúvidas também do lado da Coteminas. O preço das camisetas estava acima do mercado e, embora a dívida nunca tenha sido integralmente paga pelo PT, a Coteminas não entrou na Justiça para cobrá-la.

Defesa - Entre novembro de 2004 e março de 2006, Alencar ocupou o Ministério da Defesa. Sua atuação à frente da pasta rendeu dissabores. Nacionalista empedernido, o vice-presidente não tirava da cabeça a idéia de salvar a combalida Varig, ainda que às custas dos cofres públicos. Comandou uma atrapalhada ação de lobby em benefício da companhia aérea – que, desde 1996, movia um processo contra o governo em que pedia 4,6 bilhões de reais por perdas provocadas, conforme a alegação, por planos econômicos que vigoraram entre 1985 e 1992.

Em 2007, o caso chegou à esfera do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Em março de 2008, Alencar, por sua conta e risco, decidiu procurar o presidente do STJ, Edson Vidigal, para defender um acordo extrajudicial por meio do qual o governo desistiria de recorrer contra a Varig no processo.

Polêmica – Em 24 de setembro de 2009, no dia em que o Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) aprovava uma resolução para conter a disseminação das armas nucleares no mundo, Alencar defendeu que o Brasil precisaria dos artefatos para ter “mais respeitabilidade”. Justificou-se dizendo que uma bomba atômica seria de grande importância para defender o patrimônio do Brasil, a extensa fronteira e o recém-descoberto pré-sal.

Em sua declaração, disse que um exemplo de como pode ser vantajoso dominar a tecnologia nucelar seria o Paquistão, que, apesar de ser um país pobre, tem assento em muitos organismos internacionais. Alencar ainda chegou a criticar os brasileiros, dizendo que “às vezes somos muito tranquilos” e que precisávamos avançar na tecnologia nuclear.

Império têxtil - Os primeiros passos do megaempresário José Alencar foram dados atrás de um balcão, em uma loja de tecidos na cidade natal de Muriaé, em 1946. Ele tinha então 14 anos e, com o apelido de “Zé Kaquim”, fez fama como vendedor. Aos 18 anos, com um empréstimo do irmão Geraldo Gomes da Silva, abriu seu primeiro negócio, um pequeno armarinho em Caratinga, na zona da mata. Começava aí sua história de sucesso.

Em 1960, assumiu em Ubá a direção da tecelagem União dos Cometas. Não demorou para tornar-se presidente da Associação Comercial local, posição em que apoiou o golpe militar de 1964. A fortuna viria na década seguinte. Conseguiu, nessa ocasião, seu primeiro financiamento da Superintendência para o Desenvolvimento do Sudeste (Sudene), para instalar uma fábrica de tecidos no norte de Minas. A Coteminas foi classificada na faixa de prioridade “A”: a categoria obrigava o órgão a investir no negócio três vezes mais do que os seus donos.

Após a eleição, em 2002, o comando da empresa trocou de mãos. No lugar do self-made man José Alencar, assumiu a presidência seu filho, Josué Christiano Gomes da Silva, então com 38 anos. Homem de educação refinada, Josué foi um aluno brilhante: concluiu entre os primeiros da classe os cursos de direito e engenharia, além do MBA da Universidade Vanderbilt, no Tennessee.

A Coteminas é dona de marcas como Artex, Santista, Calfat e Garcia. Em outubro de 2005, anunciou uma associação com a Springs, com sede nos Estados Unidos, a maior indústria americana no setor de cama, mesa e banho. A união resultou na formação da maior companhia do setor no mundo, batizada de Springs Global, com 25.000 funcionários, 36 fábricas e faturamento de 2,4 bilhões de dólares.

Família - Alencar deixa a mulher, Mariza, os filhos Josué Christiano, Patrícia e Maria da Graça, além de netos. Conforme decisão da Justiça – de primeira instância -, deixa também Rosemary de Morais, professora aposentada de 55 anos, que em 2001 entrou em 2001 com um pedido de reconhecimento de paternidade. Alencar se negou a fazer o teste de DNA, mas teve a paternidade presumida em 2010, de acordo com uma lei promulgada pelo próprio governo do qual foi vice-presidente.

Leia também:

Memória: Luta de Alencar contra o câncer durou 13 anos e comoveu o Brasil

Frases: Mesmo doente, Alencar nunca perdeu o bom humor nas declarações

Galeria: Imagens da trajetória do empresário e político mineiro José Alencar

Acervo Digital: Nas páginas de VEJA, a guerra de Alencar contra o câncer

DEFENSORES DO GOLPE MILITAR DE 1964

Marechal Castelo Branco, o primeiro presidente, ladeado pelo general da Costa e Silva, buscando ver algo através do binóculo
***
Em carta, clubes militares defendem 'revolução' de 64

Embora sem referência direta à decisão do exército de retirar a comemoração do 31 de março de 1964 de seu calendário oficial, os Clubes Militar, Naval e de Aeronáutica divulgaram na tarde de hoje um manifesto conjunto para lembrar os 47 anos movimento que tirou do poder o presidente João Goulart e deu início ao regime militar, que durou até 1985.

A nota diz que relembrar "os acontecimentos" de 64, "sem ódio ou rancor, é, no mínimo, uma obrigação de honra". "Os clubes militares (...) homenageiam, nesta data, os integrantes das Forças Armada da época que, com sua pronta ação, impediram a tomada do poder e sua entrega a um regime ditatorial indesejado pela nação brasileira", diz o documento, assinado pelo general Renato Cesar Tibau da Costa, pelo vice-almirante Ricardo Antônio da Veiga Cabral e pelo tenente brigadeiro do ar Carlos de Almeida Baptista.

Com data de 24 de março, o documento da Comissão Interclubes Militares afirma ainda que "as Forças Armadas insurgiram-se contra um estado de coisas patrocinado e incentivado pelo governo, no qual se identificava o inequívoco propósito de estabelecer no País um regime ditatorial comunista, atrelado a ideologias antagônicas ao modo de ser do brasileiro". Na sexta-feira passada, os três clubes organizaram o simpósio "A revolução de 31 de março de 1964 - com os olhos no futuro", na sede do Clube Militar, no Rio de Janeiro.

ASSIM É DEMAIS SENHOR DEPUTADO BOLSONARO

Preta Gil vai processar deputado que deu resposta racista no 'CQC'

Uma entrevista que foi ao ar no último bloco do "CQC", na noite desta segunda (28), caiu como uma bomba na casa de Preta Gil. Deputado federal pelo PP do Rio, Jair Bolsonaro respondeu a perguntas feitas por populares e uma famosa (no caso, Preta) no quadro "O povo quer saber". O político, de extrema direita, só deu respostas racistas e preconceituosas ao longo de toda entrevista. E na última pergunta, a filha de Gilberto Gil perguntou: "Se seu filho se apaixonasse por uma negra, o que você faria?" A resposta foi chocante: "Ô, Preta, eu não vou discutir promiscuidade com quem quer que seja. Eu não corro esse risco e meus filhos foram muito bem educados e não viveram em ambientes como, lamentavelmente, é o seu."

Em questão de segundos, a página da cantora no microblog Twitter foi invadida por mensagens de solidariedade e revolta com as declarações. Preta, que não assistiu à entrevista, esperou para ver o vídeo na internet (veja aqui) para tomar uma decisão: "Advogado acionado!. Sou uma mulher negra, forte e irei até o fim contra esse deputado, racista, homofóbico, nojento, conto com o apoio de vocês. Quando gravei o quadro pro 'CQC', a produção me pediu que fizesse uma pergunta ao deputado Jair Bolsonoaro. Fiz a pergunta, e não vi a resposta dele", contou Preta pelo microblog.

Até o meio da madrugada, a cantora recebeu diversas mensagens de solidariedade e foi feita uma carta aberta contra o tal político.




Fotos: AgNews/AE

Siga-me no Twitter: @LeoDias_

DIADEMA/SÃO PAULO

Família rasga dinheiro e documentos, segue pastores para encontrar com Jesus em pessoa em São Paulo e desaparece

No dia 13, domingo, doze pessoas (número dos apóstolos) se reuniram na casa de Pedro, em Diadema, na Grande São Paulo, para “última ceia”, conforme afirmaram. Eles leram a Bíblia, escreveram recados para parentes, rasgaram dinheiro e documentos (CPF seria o número da besta) e quebraram instrumentos do demônio, como computador e televisor, preparando-se para o dia seguinte.

O pregador Roberto Carlos da Silva, com base em um calendário hebraico, calculou que Jesus voltaria à Terra por volta das 14h do dia seguinte e os levaria para o Pai, provavelmente em algum lugar da rodovia Fernão Dias. Seria o dia do arrebatamento, previsto na Bíblia.

Desde então o vendedor Pedro, sua mulher Antônia, seu irmão José Carlos e os filhos Henrique, 22, e Thais, 18, estavam desaparecidos. Eles haviam saído só com a roupa do corpo com a convicção de que um anjo os abordaria anunciando a chegada de Jesus.

Valcilene Dias, mulher de José Carlos, e os filhos do casal (a adolescente Carla e os meninos Rubens e Moisés) também saíram para o encontro com Jesus, mas voltaram quando sentiram sede e fome. Rubens, que participou da “ceia”, disse que o seu primo Henrique estava esquisito, porque dizia que “amanhã a gente vai para a glória”. “Eles estavam levando aquilo muito a sério”, disse Valcilene.

Antônia deixou um emprego em uma empresa onde estava havia 14 anos. Seu filho Henrique terminou a faculdade no ano passado, tinha emprego e era noivo. Thais também abandonou o emprego.

Patrícia Gomes Carvalho, filha de Antônia e enteada de Pedro, foi a primeira a notar o desaparecimento do casal e filhos. Ela mora com marido e dois filhos pequenos em uma casa vizinha à da família de religiosos.

Patrícia e outros vizinhos contaram que Pedro tinha mudado abruptamente de comportamento, influenciando toda a família. “Eles só falavam sobre o fim dos tempos e da volta de Jesus”, disse Patrícia.

Os vizinhos apontaram três pregadores que se revezavam na Praça da Sé, em São Paulo, como os responsáveis pelo fanatismo religioso da família. O líder deles, Roberto Carlos da Silva, é dono de uma pequena gráfica, ele deixou mulher, três filhos e dívidas.

Família encontrada 400 km depois

A família foi localizada neste domingo em Ourinhos (SP), a cerca de 400 km da cidade onde moram, Diadema, na Grande São Paulo. O casal Pedro e Antônio e os filhos Henrique e Thais foram reconhecidos por funcionários de um albergue. Eles passaram o fim de semana ali. Não há informação sobre os três pregadores.

Patrícia Gomes Carvalho, filha de Antônia e enteada de Pedro, ao manifestar alívio com a localização da família, lamentou os transtornos causados por “falsos profetas”. Ela agradeceu o apoio das pessoas que distribuíram em Diadema cartazes de “procura-se” e de comunidades criadas no Orkut.

A assistência social Márcia Moraes disse que a família está bem. De acordo com ela, Pedro afirmou que eles estavam cumprindo os desígnios da Bíblia.

Fonte: Gospel+

Com informações de R7 e Paulopes

SALVADOR/BAHIA: OCUPAÇÃO NÃO TEVE RESISTÊNCIA NO CALABAR

O comandante geral da Polícia Militar, Nilton Mascarenhas, informou que, até o momento, os 228 policiais militares e 60 policiais civis mobilizados na operação para acabar com o tráfico de drogas no Calabar e Alto das Pombas não encontraram resistência. A operação foi iniciada às 4h – neste momento, 40 viaturas estão no local e são realizados cinco bloqueios de vias. “Nós chegamos de forma pacífica. Estamos utilizando a inteligência e buscando somente as 14 pessoas que a Justiça concedeu o mandato”, disse, em entrevista ao programa Acorda Pra Vida, da Rede Tudo FM 102,5. Segundo Mascarenhas, serão mantidos 113 policiais militares “trabalhando em turno” na região até o final de abril, quando será instalada uma Base Comunitária de Segurança. “O povo aplaudiu e entendeu que o momento é esse. Aniversário da cidade, é um novo momento, um novo olhar. A comunidade está em sua rotina, buscando essa parceria, na paz”, endossou.

Fonte: Bahia Notícias

(Rafael Rodrigues)

SÃO PAULO/SP: ALENCAR INTERNADO EM ESTADO GRAVÍSSIMO


O ex-vice-presidente José Alencar, 79, está internado em São Paulo com o estado de saúde gravíssimo nesta terça-feira (29). Ele entrou no hospital na noite desta segunda-feira no Hospital Sírio-Libanês com o quadro de obstrução no intestino por causa do tumor, contra o qual ele luta há cinco anos. Sentindo fortes dores no abdômen, Alencar passou a noite na UTI do hospital. O ex-vice-presidente enfrenta um câncer na região abdominal há mais de dez anos e já passou por 17 cirurgias. Ele vinha sendo submetido a tratamento de quimioterapia contra a doença e sofria com os efeitos colaterais. Informações do O Dia.

ILHÉUS/BA: FÁBIO SOUTO CANDIDATO A PREFEITO

Em conversa na manhã desta terça-feira (29) pela manhã no Aeroporto Luis Eduardo Magalhães, em Salvador, com seus colegas da Câmara Federal, o deputado Fábio Souto (DEM) admitiu a possibilidade de candidatar-se a prefeito de Ilhéus, no sul do estado. Fábio e seu pai, o ex-governador Paulo Souto (DEM) sempre tiveram uma forte base eleitoral na região, já que lá residiram por muito tempo. Caso ganhe, Fábio deixa o caminho aberto para o pai se candidatar a deputado federal, retomando, assim, a carreira política.

Fonte: BAHIA NOTÍCIAS

(Ricardo Luzbel)

segunda-feira, 28 de março de 2011

SALVADOR/BAHIA: INSTITUTO ACM NO TERREIRO DE JESUS


Instituto ACM é inaugurado nesta terça


Após o lançamento do projeto em setembro do ano passado, o Instituto Antonio Carlos Magalhães de Ação, Cidadania e Memória (IACM), será inaugurado nesta terça-feira (29), no Terreiro de Jesus, Pelourinho. O espaço é uma homenagem ao político ACM, que foi governador da Bahia por três vezes, senador, ministro das Comunicações, entre outros cargos, ao longo de cinco décadas de vida política.

O instituto terá peças para consulta no local. O arquivo é composto por livros, presentes, peças pessoais, quadros e recortes de jornais que compuseram a história de ACM. O trabalho de seleção foi realizado pela museóloga Ângela Petitinga, que optou por diversificar a seleção dos 180 objetos da exposição.

O IACM vai ocupar todo o primeiro andar de um casarão erguido no século XVII, localizado no Pelourinho, um dos lugares favoritos do senador na cidade. O edifício foi totalmente reformado na década de 90. O objetivo do espaço é colaborar com a formação e incentivar jovens a se interessarem pela gestão política e pública.

RIO DE JANEIRO/RJ: FOGO CONSOME PRÉDIO DA UFRJ

Um incêndio atinge um prédio do campus da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), na Praia Vermelha, na zona sul da cidade, na tarde desta segunda-feira (28). De acordo com o Corpo de Bombeiros, equipes dos quartéis do Humaitá, Copacabana e Catete foram enviadas para o local e tentam controlar as chamas. A assessoria da UFRJ afirmou que o incêndio começou na cúpula da capela e que o prédio é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). As pessoas foram retiradas dos edifícios do Palácio Universitário - que reúne os cursos de economia, administração, ciências contábeis, educação e comunicação social - e não há informações de feridos. Conforme a assessoria, havia uma obra de recuperação e restauração da capela, mas não se pode afirmar que ela tenha causado o incêndio. Informações do G1.

SÃO PAULO/SP: JOSÉ ALENCAR É NOVAMENTE INTERNADO


O ex-vice-presidente José Alencar voltou na tarde desta segunda-feira (28) ao Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Ele tinha recebido alta no dia 16 de março após ter sido internado no dia 9 de fevereiro por causa de uma peritonite, que é uma inflamação no peritônio - membrana que reveste as paredes do abdômen - causada por uma perfuração no intestino. O hospital ainda não informou o motivo da internação. Informações do portal G1.

SALVADOR/BAHIA

PELEGRINO SOBRE PSC: 'ESTAVA EM CASA'

Foto: Max Haack/BN

Se depender do deputado federal Nelson Pelegrino (PT), os desentendimentos entre o governo do Estado e o PSC devem ser contornados e o partido ingressará na base aliada. Ele participou do encontro estadual do partido cristão neste sábado (26) e disse ter sido bem recebido. "Eu me senti em casa. Tenho velhos amigos e companheiros no PSC", afirmou, em entrevista ao BN, no camarote do show de Ivete Sangalo, no Mercado Modelo. O parlamentar disse ter se reunido com o governador Jaques Wagner (PT) na sexta-feira, quando tratou do ingresso da legenda na base. "Estamos na perspectiva de fecharmos", revelou. Pelegrino recordou que o presidente do PSC, Eliel Santana, já fora seu vice na disputa pela prefeitura de Salvador em 2000. "Ele foi ótimo. Só tenho elogios a ele", afagou. Em 2012, entretanto, os dois podem ter de se enfrentar em campos opostos: no encontro deste sábado, o PSC decidiu lançar Eliel candidato a prefeito, mesma pretensão do petista. A projeção de uma possível disputa, entretanto, foi minimizada por Pelegrino. "É natural e legítimo que todos os partidos se posicionem", disse.

Fonte: Bahia Notícias

domingo, 27 de março de 2011

CACHOEIRA/BAHIA


No último dia 23 de março, Eliel Santana, presidente do PSC-BA, convidou CARLINHOS GOMES para participar do VI Encontro Estadual do Partido Socialista Cristão (PSC). Mais provas da credibilidade e articulação do candidato a Prefeito de Cachoeira junto às lideranças políticas em todo estado da Bahia.

EM SALVADOR
Na ocasião estiveram presentes a Diretoria Nacional do PSC, além de Vereadores pelo PSC na Câmara Municipal de Salvador.

Marcaram o evento os Deputados Federais, Erivelto Santana (PSC) e Sérgio Brito (PSC); compareceu para cumprimentar o evento o Deputado Pelegrino (PT), que manifestou seu apreço por Eliel Santana, um dos pilares que apóiam a candidatura de CARLINHOS GOMES à Prefeito de Cachoeira em 2012.

Os Deputados Estaduais, Targínio Machado (PSC), líder da bancada na Assembléia Legislativa; a Deputada Ângela Souza; a Diretoria da Associação Brasileira de Defesa dos Direitos dos Consumidores (ABRAC), da qual CARLINHOS GOMES faz parte como Diretor; a Diretoria da Conselho e Tribunal de Conciliação Mediação e Arbitragem (CEMAB), do qual CARLINHOS GOMES é Presidente; além de Representantes de Comissões do PSC de diversos municípios do estado.

O Auditório da Câmara Municipal de Salvador estava completamente lotado e o Deputado Targínio Machado, em seu discurso, defendeu candidaturas do PSC para os executivos Municipais em toda a Bahia e 2014 para o governo da Bahia.

A executiva nacional apresentou o nome do Suplente de Senador e Presidente Estadual do PSC, Eliel Santana, para Prefeito de Salvador, sendo o mesmo aclamado pelos presentes.

EM LAURO DE FREITAS
Pela tarde, às 17h, foi inaugurada a sede do PSC em Lauro de Freitas. Na ocasião o Presidente Eliel Santos apresentou CARLINHOS GOMES como o candidato do PSC a prefeito da Cidade de Cachoeira.

Além disso, foi apresentado o vice-prefeito de Maragojipe, Romário Costa, como candidato a Prefeito da cidade do Recôncavo; e o Vereador, Jorge Baiense, da cidade de Lauro de Freitas, como provável candidato do Partido em Lauro de Freitas.

COMPROMISSO FIRMADO
CARLINHOS GOMES tem audiência com o Deputado Targínio Machado para tratar sobre apoio a sua candidatura a Prefeito de Cachoeira, sobre a Barragem de Pedra do Cavalo, além de assuntos do interesse da população cachoeirana.

Barragem de Pedra do Cavalo

Eis a mensagem de Carlos Gomes sobre o assunto dirigida aos jornalistas Toni Caldas e Fábio Santos:

Caros jornalistas Toni Caldas, do Jornal A CACHOEIRA; e Fábio Santos, do portal A VOZ JOVEM,

Agradeço a informação sobre os cuidados e procedimentos de verificação das denuncias sobre Pedra do Cavalo, o protagonista da denuncia no veículo de comunicação da Rede Record é um anacoluto, sem nenhuma credibilidade no que anuncia em seu programa de TV, é costume dele colocar as pessoas atemorizadas com informações levianas sem verificar a realidade dos fatos o Ministério Público deveria responsabilizá-lo por suas atitudes irresponsáveis e processá-lo pela leviandade que pratica em seu sórdido e maculado programa jornalístico.

É preciso responsabilizar esse tal de Varela por sua atitude e irresponsabilidade tem tirado o sono de muitas famílias. Cabe uma ação por danos morais é preciso chamar o Ministério Publico a participar do encontro do dia 4 de abril quando deveremos formular uma Queixa Crime contra a Emissora e seu apresentador.

Há de se considerar que a estrutura da Barragem tem em sua base 540m de base de composição rochosa, compactada com areia e sua estrutura não permitirá rachadura, para quem viu a construção da Barragem de Pedra do Cavalo sabe muito bem que ela é bastante confiável, não é uma língua viperina e de maldição que vai criar danos a nossa gente, as colocações desse agoureiro são inócuas sem credibilidade e irresponsável.

A nossa gente há de ficar em paz. Nada há de ruir na Barragem de Pedra do Cavalo, nem mesmo a língua de maldição do Varela.

Atenciosamente,
Carlos Gomes

CACHOEIRA/BAHIA

Solenidade de 83 anos da antiga Escola Primária Superior da Cachoeira

Foram cumpridas ontem (26) todas as formalidades solenes com que a comunidade acadêmica e segmentos sociais da Cachoeira comemoraram o 83º. aniversário da instalação da antiga Escola Primária Superior da Cachoeira, a qual deu origem às instituições sucessoras da instrução pública na cidade que culminou com a fundação do atual Colégio Estadual e todo o complexo educacional fundamental e médio no município.

Na Ordem 1ª. do Carmo

Na Ordem 1ª. do Carmo, o Cônego Hélio Cézar Leal Vilas-Boas celebrou o Te Deum Laudamos, ao som de harmonioso conjunto musical da Igreja.

Na Câmara Municipal

Presidente da Câmara

Presidente da Câmara  -2011
Vereador Júlio Cesar Costa Sampaio
Vereador Carlos Pereira

Vereador Carlos Pereira

Vereador Luis Carlos de Freitas Monteiro
Vereador Luis Carlos de Freitas Monteiro

A sessão solene presidida pelo vereador Júlio Cezar da Costa Sampaio contou com presenças de educadores e homenageados egressos da antiga Escola Industrial da Cachoeira e os primeiros formados pelo antigo Ginásio da Cachoeira, destacando-se entre alguns, respectivamente, o ex-prefeito Salustiano Coelho de Araújo, a Profa. Joselita Rocha Dias, Profa. Antonieta dos Santos, a Profa. Luiza Lima e o Prof. Manoelito Nascimento, secretário da diretoria vigente da revitalizada Sociedade Cooperativa Ginásio da Cachoeira.

Na tribuna do orador, discursaram o Prof. Hilton Lopes Mendes, a Profa. Iolanda Pereira Gomes e a oradora oficial, Profa. Zenaide Gonçalves que traçou o perfil da Escola Primária Superior da Cachoeira e das instituições sucessoras até chegar ao Colégio Estadual. Na conclusão, discursou o vereador Carlos Pereira, em cujo pronunciamento destacou a importância da realização do evento, ocasião em que traçou um paralelo entre educação instruída pela Escola Primária Superior da Cachoeira e as instituições dela originadas, expondo sua visão sobre o que deve ser feito para as instituições atuais possam produzir efeitos semelhantes ao do passado, e até muito mais diante dos avanços que a tecnologia proporciona.

Na Sessão Solene na Câmara Municipal, a Reportagem de O Guarany destacou, entre muitos educadores, as presenças da Profa. Maria Rejane Amoêdo, diretora geral do Colégio Estadual da Cachoeira, a Profa. Mônica Dias, diretora da Escola Edvaldo Brandão Correia, do Prof. Afonso Celso, neto do saudoso Prof. Salvador da Rocha Passos, representando sua família.

Apenas os veeadores acima mencionados compareceram

Embora a sessão fosse coroada de pleno êxito, devido à reconhecida habilidade e experiência do presidente Júlio Cézar da Costa Sampaio, apenas dois vereadores compareceram ao evento, além dele: o autor da indicação, vereador Carlos Pereira e o vereador Luís Carlos Monteiro.

Na Galeria do IPAC

Encerrada a sessão na Câmara Municipal, os convidados foram recepcionados com um coquetel, na Galeria do IPAC, em cujas premises estão expostas peças do acervo histórico da Escola Primária Superior da Cachoeira e de suas entidades sucessoras, em especial as produzidas pelo antigo Ginásio e atual Colégio Estadual da Cachoeira. A exposição permanecerá no local até o dia 31 de março.

sábado, 26 de março de 2011

CACHOEIRA/BAHIA: FALECEU DONA CLEONICE MELLO

Dona Cleonice Mello em foto recente quando entrevistada para a produção da Coluna Personalidade em Destaque do Jornal O Guarany, lendo de voz alta e sem óculos um de seus exemplares

Com quase 100 anos de idade, faleceu nesta madrugada (26/03/2011) a Sra. Cleonice Mello, última irmã integrante do clã da tradicional família cachoeirana Guimarães Mello. Debilitada já há algum tempo, cuja enfermidade se agravou recentemente, com que o médico da família determinou internamento no Hospital da Santa Casa de São Félix. Não resistindo a anciã veio a óbito.

Coincidências e Evidências do Destino

Formada pela antiga Escola Primária Superior da Cachoeira, Dona Cleonice Mello será homenageada, nesta mesma data, 26/03/2011, em que a comunidade acadêmica, segmentos educacionais e sociais da Cachoeira e região, comemoram 83 anos de implantação da referida Escola na cidade, em concorridas solenidades com programação de Te Deum Laudamos, na Ordem 1ª. do Carmo, às 17h30min e Sessão Solene na Câmara Municipal, às 18h30min.

O funeral, na mesma data, às 16h, no cemitério da Saudade, no Salão do Velório Municipal, foi-lhe prestada significativa hmenagem, com discurso do Prof. Hilton Lopes Mendes, em nome da Comissão das solenidades de 83 anos da Escola Primária Superior da Cachoeira, na seqüência, agradecimento do filho Cleonel Mello. A homenagem foi concluída com a execução do Hino da Cachoeira, iniciado pelo neto Fábio Pereira da Silva, o qual revelou rememorar os treinamentos diários sob o comando da saudosa avó, para que filhos e netos pudessem entoá-lo corretamente e com expressão de civismo.

CACHOEIRA/BAHIA: HOJE

Antiga sede da Escola Primária Superior da Cachoeira
Histórico Solar localizado na Rua 13 de Maio No. 13

Saguão do atual Colégio Estadual da Cachoeira

Segmentos da comunidade comemoram os 83 anos da fundação e instalação da antiga Escola Primária Superior da Cachoeira

Instituição acadêmica de reconhecido conceito no cenário educacional do Brasil, instalada nesta histórica cidade, pelo saudoso educador Prof. Anísio Teixeira, há 83 anos, a Escola Primária Superior da Cachoeira, a qual deu origem ao atual Colégio Estadual assim como a todo o complexo da educação fundamental e média existente nas comunidades que integram o município, reúne hoje ex-alunos, fundadores e sucessores da antiga Sociedade Cooperativa Ginásio da Cachoeira, comunidade acadêmica, autoridades educacionais e convidados, em solenidades com que rememoram a importante efeméride, cuja programação consta de celebração de Te Deum Laudamos, às 17h30min, na Igreja da Ordem 1a. do Carmo; sessão solene, na Câmara Municipal, às 18h30min, na seqüência, exposição do acervo histórico da mencionada Escola Superior, na Galeria do IPAC, onde os convidados serão recepcionados com coquetel servido com iguarias da região e bebidas de diversos paladares.