segunda-feira, 26 de novembro de 2012

EM CACHOEIRA/BAHIA



Desembargador Antônio Pessoa Cardoso reúne-se com a juíza Janaina Medeiros Lopes Braga e o advogado Nélson Aragão Filho, no Fórum Teixeira de Freitas

Tendo em vista inúmeras intervenções do advogado Nélson Aragão Filho, junto ao Tribunal de Justiça, em nome de colegas advogados que militam na comarca,  tendo em vista também a dilação do referido Poder em atender o pleito de designação de um magistrado ou magistrada para a Vara Cível da Comarca, veio à Cachoeira, no dia 22/11, o Dr. Antônio Pessoa Cardoso, desembargador-corregedor do mencionado Tribunal, acompanhado do juiz assessor da Corregedoria, Dr. Paulo César Bandeira de Melo Jorge, com a finalidade de identificar in loco o volume de processos pendentes de julgamento, arquivados no Cartório Cível do Fórum Teixeira de Freitas, e adotar providências.

 Inicialmente, às 8h da manhã, no Salão do Júri, o desembargador reuniu-se com o Dr. Nélson Aragão Filho e a Dra. Janaina Medeiros Lopes Braga, juíza da Vara Crime da comarca. Na reunião, o Dr. Nélson Aragão Filho detalhou ao corregedor, quanto a ausência de determinação do TJ em atender ao pleito de desingação de um juiz para a Vara Cível vem prejudicando a classe dos advogados, fragilizando as relações com seus clientes na região. Na oportunidade, houve a entrega por parte do advogado Nelson Aragão Filho, de um documento intitulado "Triste Comarca da Cachoeira", que relata minuciosamente a situação caótica em que atravessa o Cartório Cívil do Fórum Teixeira de Freitas.


O desembargador, Dr. Antônio Pessoa Cardoso, assegurou que vai interceder junto ao presidente do Tribunal de Justiça para a designação imediata de um juiz de Direito para a comarca da Cachoeira, inclusive com o acolhimento dos nomes dos juízes Dr. Francisco Manoel da Costa, da comarca de São Félix, Dra. Ana Lúcia, da comarca de Maragogipe, e o  Dr. Marcelo Lagrotta, da comarca de Governador Mangabeira, sugeridos e formalizados nos documentos antes encaminhados ao TJ.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário